Vestes dos Clérigos


Introdução

As festas mais importantes da Igreja Ortodoxa e os eventos sagrados para os quais cores específicas das vestes foram estabelecidas, podem ser unidos em seis grupos de base.

1. O grupo de festas e dias comemorativos Nosso Senhor Jesus Cristo, os profetas, os apóstolos e os santos hierarcas. Vestimenta de cor: ouro (amarelo) de todos os matizes.

2. O grupo de festas e dias comemorativos a Santíssima Mãe de Deus, os Poderes desencarnados e Virgens. Veste cor: azul claro e branco.

3. O grupo de festas e dias comemorativos a Cruz de Nosso Senhor. Veste cor: vermelho escuro ou roxo.

4. O grupo de festas e dias comemorativos mártires. Veste cor: Vermelho. (Na Grande e Quinta-feira Santa, vestidos de vermelho escuro são usados, embora a igreja ainda está coberto com o preto e o Santo (altar) de mesa é coberta com um pano branco.)

5. O grupo de festas e dias comemorativos monástica santos, ascetas e loucos por Cristo. Veste cor: verde. A entrada do Senhor em Jerusalém (Domingo de Ramos), Dia da Santíssima Trindade (Pentecostes) e Espírito Santo Dia (segunda-feira após o Pentecostes) são, via de regra, celebrada em vestes verdes de todos os matizes.

6. Durante o período da Quaresma, as cores de investimento são: azul escuro, roxo, verde escuro, vermelho escuro e preto. Esta última cor é utilizada essencialmente para os dias da Grande Quaresma. Durante a primeira semana da Quaresma e que nos dias de semana das semanas seguintes, o investimento é de cor preta. Aos domingos e dias festivos deste período, as vestes são de cor escura com ornamentos de ouro ou de cor. Funerais, como regra, são feitos em vestes brancas.

1) Diácono

A vestidura que Caifás vestiu a Jesus envolto a seu pescoço quando ele estava indo para a crucificação.

“O Stikárion” A vestidura de Aron é cumprida até os pés, e simboliza o fogo de chamas, assim disse o profeta: “Fazendo dos ventos teus mensageiros, das chamas de fogo teus ministros!”.( salmos 104:4 ), “Por que estão vermelhas as tuas vestes, como os trajes daqueles que pisam no lugar?”( Is 73:2) O profeta, ele aponta sobre as vestes corporal de Cristo, que estava estampada com manchas de sangue limpa na cruz e também a vestidura é da cor da uva vinho, quando Cristo vestiu diante a Caifás. Enquanto ele caminhava para as dores da salvação.

I – O Stikárion: Minha alma exulta por causa do meu Deus, pois ele me vestiu com a veste da salvação, ele me envolveu no manto da justiça, qual o noivo que, como um sacerdote, cinge o diadema, qual a noiva prometida que se enfeita com os seus adornos (Is.61,10) perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém

II – A Estola: reveste-se com ela a tiracolo, sendo que as extremidades ficam no seu ombro esquerdo, uma para a frente e a outra para trás.

“Os Punhos” representam as algemas do senhor Jesus Prenderam a Jesus e o ataram. Conduziram-no primeiro a Caifás, depois a Pôncio.

III – O Punho Direito: A tua destra, Senhor, esplendorosa de poder, a tua destra, Senhor, esmaga o inimigo. Com soberana grandeza abate os teus adversários (Ex. 15, 6-7) Perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

IV – O Punho Esquerdo: Tuas mãos me fizeram e me formaram; dá-me entendimento, e estudarei os Teus mandamentos. (Sl. 119, 73). Perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

vestes1[1]vestes2[1]vestes3[1]vestes4[1]

 

2) Sacerdote

“O Stikárion”: A vestidura de Aron é cumprida até os pés, e simboliza o fogo de chamas, assim disse o profeta: “Fazendo dos ventos teus mensageiros, das chamas de fogo teus ministros!”.( salmos 104:4 ), “Por que estão vermelhas as tuas vestes, como os trajes daqueles que pisam no lugar?”( Is 73:2) O profeta, ele aponta sobre as vestes corporal de Cristo, que estava estampada com manchas de sangue limpa na cruz e também a vestidura é da cor da uva vinho, quando Cristo vestiu diante a Caifás. Enquanto ele caminhava para as dores da salvação.

I – O Stikárion: Minha alma exulta por causa do meu Deus, pois ele me vestiu com a veste da salvação, ele me envolveu no manto da justiça, qual o noivo que, como um sacerdote, cinge o diadema, qual a noiva prometida que se enfeita com os seus adornos (Is. 61, 10) perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

II – O Ipogonátio: Ó bravo, cinge tua espada no flanco, teu esplendor e teu brilho. Com brilho, cavalga e triunfa pela causa verdadeira e a justa clemência. Que a tua destra lance o terror (Sl. 45, 4-5), perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

“O Epitrarrílion” A vestidura que Caifás vestiu a Jesus envolto a seu pescoço quando ele estava indo para a crucificação.

III – O Epitrarrílion: Bendito seja Deus que derrama sua graça sobre os seus sacerdotes, que é como óleo que perfuma a cabeça, e desce pela barba, pela barba de Aarão, que desce pela gola da sua veste (Sl. 133, 2), perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

“O Cinto” É indicado para a preparação do padre para o seu serviço, aramado pelo poder do espírito santo.

IV – O Cinto: Bendito seja Deus que me cinge de vigor, ele torna perfeito o meu caminho e dá a meus pés a rapidez dos cervos. Ele me mantém nas alturas (Sl. 18, 33-34), perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

“Os Punhos” representam as algemas do senhor Jesus Prenderam a Jesus e o ataram. Conduziram-no primeiro a Caifás, depois a Pôncio.

V – O Punho Direito: A tua destra, Senhor, esplendorosa de poder, a tua destra, Senhor, esmaga o inimigo. Com soberana grandeza abate os teus adversários (Ex. 15, 6-7) Perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

VI – O Punho Esquerdo: Tuas mãos me fizeram e me formaram; dá-me entendimento, e estudarei os teus mandamentos. (Sl. 119, 73). Perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

“O Felônio” Esta vestidura é sem cinto, isto indica que Cristo usou a bem folgada, sem costura indo para o caminho da crucificação carregando a sua cruz.

VII – O Felônio: Que os teus sacerdotes se vistam de justiça, que teus fiéis anunciem a tua alegria! (Sl. 132, 9), perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

vestes5[1]vestes6[1]vestes7[1] vestes10[1]vestes8[1]vestes9[1]

 

3) Bispo:

“O Stikárion” A vestidura de Aron é cumprida até os pés, e simboliza o fogo de chamas, assim disse o profeta: “Fazendo dos ventos teus mensageiros, das chamas de fogo teus ministros!”.( salmos 104:4 ), “Por que estão vermelhas as tuas vestes, como os trajes daqueles que pisam no lugar?”( Is 73:2) O profeta, ele aponta sobre as vestes corporal de Cristo, que estava estampada com manchas de sangue limpa na cruz e também a vestidura é da cor da uva vinho, quando Cristo vestiu diante a Caifás. Enquanto ele caminhava para as dores da salvação.

I – O Stikárion: Minha alma exulta por causa do meu Deus, pois ele me vestiu com a veste da salvação, ele me envolveu no manto da justiça, qual o noivo que, como um sacerdote, cinge o diadema, qual a noiva prometida que se enfeita com os seus adornos (Is. 61, 10) perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amem.

II – O Ipogonátio: Ó bravo, cinge tua espada no flanco, teu esplendor e teu brilho. Com brilho, cavalga e triunfa pela causa verdadeira e a justa clemência. Que a tua destra lance o terror (Sl. 45, 4-5), perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

“O Epitrarrílion” A vestidura que Caifás vestiu a Jesus envolto a seu pescoço quando ele estava indo para a crucificação.

III – O Epitrarrílion: Bendito seja Deus que derrama sua graça sobre os seus sacerdotes, que é como óleo que perfuma a cabeça, e desce pela barba, pela barba de Aarão, que desce pela gola da sua veste (Sl. 133, 2), perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

“O Cinto” É indicado para a preparação do padre para o seu serviço, aramado pelo poder do espírito santo.

IV – O Cinto: Bendito seja Deus que me cinge de vigor, ele torna perfeito o meu caminho e dá a meus pés a rapidez dos cervos. Ele me mantém nas alturas (Sl. 18, 33-34), perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

“Os Punhos” representam as algemas do senhor Jesus Prenderam a Jesus e o ataram. Conduziram-no primeiro a Caifás, depois a Pôncio.

V – O Punho Direito: A tua destra, Senhor, esplendorosa de poder, a tua destra, Senhor, esmaga o inimigo. Com soberana grandeza abate os teus adversários (Ex. 15, 6-7) Perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

VI – O Punho Esquerdo: Tuas mãos me fizeram e me formaram; dá-me entendimento, e estudarei os teus mandamentos. (Sl. 119, 73). Perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

“O Sakos” Esta vestidura é sem cinto, isto indica que Cristo usou a bem folgada, sem costura indo para o caminho da crucificação carregando a sua cruz.

VII – O Sakos: Que os teus sacerdotes se vistam de justiça, que teus fiéis anunciem a tua alegria! (Sl. 132, 9), perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

“O Homofório”: O traje que o bispo usa sobre os seus ombros, é cordeiro perdido que o senhor encontrou o sobro o seu ombro os carregou “ele é cingido com lã pura”.

VIII – O Homofório: Ó Cristo, puseste sobre os teus ombros nossa natureza perdida e subindo aos céus a deste a Deus Pai. Perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

IX – A Cruz: Se alguém quer vir em meu seguimento, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

X – O Engólpion: Cria para mim um coração puro, ó Deus; enraíza em mim um espírito novo. (Sl. 51, 12). Perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

XI – A Coroa: Pões em sua cabeça uma coroa de ouro. Ele Te pediu vida, Tu lha deste: longos dias que não findarão. (Sl. 21, 4-5). Perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

XII – O Cetro: Que o Senhor estenda de Sião o poder do Seu cetro! Domina no meio dos teus inimigos! (Sl. 10, 2). Perpetuamente, agora, sempre e pelos séculos dos séculos. Amém.

vestes11[1]vestes13[1]vestes12[1]